O Que Deus Diz Sobre o Divórcio

O Que Deus Diz Sobre o Divórcio

Por quanto tempo o casamento deve durar? A Bíblia diz: “Porque a mulher casada está ligada pela lei a seu marido enquanto ele viver; mas, se ele morrer, ela está livre da lei do marido.” (Romanos 7:2)

 
Nenhum comentário

Por quanto tempo o casamento deve durar? A Bíblia diz: “Porque a mulher casada está ligada pela lei a seu marido enquanto ele viver; mas, se ele morrer, ela está livre da lei do marido.” (Romanos 7:2)

divorcio copy - O Que Deus Diz Sobre o Divórcio
O Que Deus Diz Sobre o Divórcio

Primeiramente, independente do ponto de vista que se tem em relação do divórcio, é imprescindível recordar o que está escrito na Bíblia em:

banner 1 300x250 - O Que Deus Diz Sobre o Divórcio

“Pois eu detesto o divórcio, diz o Senhor Deus de Israel.”

Malaquias 2:16a

O plano de Deus é que o casamento seja um compromisso para toda a vida:

“Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem”

Mateus 19:6

Deus entende que o casamento consiste em dois seres humanos pecadores, e por isto o divórcio vai ocorrer. No Antigo Testamento, Ele estabeleceu algumas leis com o objetivo de proteger os direitos dos divorciados, em particular das mulheres.

Deuteronômio 24:1-4

Jesus nos passa a ideia de que estas leis foram dadas por causa da dureza do coração das pessoas, não por desejo de Deus.

Mateus 19:8

Contudo, palavra grega traduzida “infidelidade conjugal” é uma palavra que pode significar qualquer forma de imoralidade sexual. Pode significar fornicação, prostituição, adultério, etc. Jesus está possivelmente dizendo que o divórcio é permitido se é cometida imoralidade sexual. As relações sexuais são uma parte muito importante do laço matrimonial: “e serão dois uma só carne” (Gênesis 2:24; Mateus 19:5; Efésios 5:31).

Por este motivo, uma quebra neste laço por relações sexuais fora do casamento pode ser razão para que seja permitido o divórcio. Se assim for, Jesus também tem em mente o segundo casamento nesta passagem. A expressão “e casar com outra” (Mateus 19:9) indica que o divórcio e o segundo casamento são permitidos se ocorrer a cláusula de exceção, qualquer que seja sua interpretação. 

É importante notar que somente a parte inocente tem a permissão de se casar uma segunda vez. Apesar de isto não estar claramente colocado no texto, a permissão para o segundo casamento após um divórcio é demonstração da misericórdia de Deus para com aquele que sofreu com o pecado do outro, não para com aquele que cometeu a imoralidade sexual. Pode haver casos onde a “parte culpada” tem a permissão de se casar mais uma vez, mas tal conceito não é ensinado neste texto.

Quais os motivos que Deus permite o divórcio?

  • Violências física, moral, psicológica, sexual e patrimonial:

Qualquer forma de violência doméstica é considerada crime no Brasil, segundo Lei Maria da Penha. Deus condena-as da mesma forma. Ele disse: “Aquele que não ama não conhece a Deus; porque Deus é amor.” (1 João 4:8) Assim devem os maridos amar as suas próprias mulheres, como a seus próprios corpos. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.” (Efésios 5:28) “E a mulher deve amar ao marido” (Efésios 5:33). Um homem só amará sua esposa (e vice-versa) segundo estes mandamentos, se proíbe-se de qualquer ato violento. Pois se não o fizer, estará infringindo esta lei divina, e, consequentemente, não é digno do cônjuge com o qual se casou.

  • Criminalidade:

Deus não obriga ninguém a continuar em um casamento em que o parceiro esteja se envolvendo em crimes como roubo, tráfico de drogas, extorsão, homicídio, e etc… Nenhum cristão honesto irá querer ser cumplice de qualquer crime, algo que o nosso Deus condena. Porém, se ocorrer o arrependimento verdadeiro, o que exige que a pessoa abandone o pecado, e a confissão, sendo assim é escolha do marido ou da mulher continuar ou não no casamento.

  • Vícios:

Um cônjuge viciado em drogas, álcool, sexo ou qualquer outro vício que cause problemas a si próprio e à sua família, e que não esteja disposto a lutar para se livrar desses hábitos. Não pense que seu cônjuge e filhos sejam obrigados a aturar esta situação. Na bíblia diz em Tiago 2:12: “renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, e justa, e piamente”. E Pedro disse: “Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar” (1 Pedro 5:8). O Senhor jamais exigiria a uma pessoa que se mantivesse casada com um cônjuge que lhe trouxesse problemas emocionais, financeiros e físicos por conta de seus vícios.

  • Adultério:

O Senhor enfatiza: “Não adulterarás” (Êxodo 20:14). O adultério é tão grave aos olhos de Deus, que era uma das poucas justificações pelas quais uma pessoa era condenada à morte no Velho Testamento. Foi escrito aos hebreus: “Venerado seja entre todos o matrimônio e o leito sem mácula; porém, aos que se dão à prostituição, e aos adúlteros, Deus os julgará.” (Hebreus 13:4), e aos efésios, “Porque… nenhum devasso, ou impuro… tem herança no reino de Cristo e de Deus.” (Efésios 5:5). Para zelar pelo bem-estar de Seus filhos, Deus permitiu que tudo que fosse desligado na terra, fosse também desligado nos céus (Mateus 16:19). Sendo assim o divórcio é aceito por Deus.

  • Casos urgentes:

Nunca podemos perder de vista que Deus odeia o divórcio (Malaquias 2:16), e que o que Deus uniu, o homem separa (Marcos 10:9). Mas devido ao comportamento abusivo de alguns, observações são necessárias. Ainda assim, devemos entender que divórcio é somente em casos extremos, sendo o principal deles a falta de vontade de mudar.  Em vez de procurar respostas somente na Bíblia, versículos que falam diretamente sobre divórcio, é muito melhor tentar compreender o que Deus pensa sobre os comportamentos abusivos, que fazem cônjuges e filhos chorarem de medo, vergonha e tristeza. Infelizmente, nem todos permanecem à altura de sua condição de filho de Deus, mas fazem do lar e da vida familiar um inferno, quando poderia estar no paraíso.

Se você está buscando consertar um casamento, não se desanime. Nunca duvide de que você pertence a Cristo e de que ainda na cruz Ele já perdoou todos os seus pecados. Todos nós temos algum arrependimento na vida que faríamos diferente se voltássemos atrás, mas o que passou já passou. Jesus veio neste mundo para salvar a cada um de nós.

Somente nosso Rei Deus é capaz de conhecer o coração de cada um de nós. Ponha em Jesus a sua confiança. 

Para os casais um versículo muito importante:

“O amor é paciente, o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, não se orgulha. Não maltrata, não procura seus interesses, não se ira facilmente, não guarda rancor. O amor não se alegra com a injustiça, mas se alegra com a verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.”                           

1 Coríntios 13:4-7
banner 1 300x250 - O Que Deus Diz Sobre o Divórcio
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.